CategoriesCuidados da pele

Problemas mais comuns na pele negra

Assim como cada tipo de cabelo precisa de cuidados específicos, as diferentes tonalidades da pele têm suas próprias particularidades. Algumas pessoas acreditam que a pele negra precisa de menos proteção por possuir mais melanina, mas é aí que mora o perigo.

A pele negra é conhecida não só pela sua grande concentração de melanina, mas também pela maior tendência a certas condições dermatológicas. Ela é mais suscetível a oleosidade, manchas, espinhas e pelos encravados, por exemplo. O Tegum separou os problemas mais comuns na pele negra, prevenção e tratamento dessas lesões. Confira!

1. Foliculite na pele negra

A foliculite nada mais é do que aqueles pelinhos chatos encravados. Como o fio na pele negra é mais encaracolado, ele enrola e acaba não conseguindo perfurar a superfície da pele e, assim, gera uma reação inflamatória de corpo estranho. Para contornar essa situação, beba bastante água, abuse de cremes hidratantes e mantenha a lâmina de barbear sempre limpa. Evitar usar roupas apertadas também ajuda, pois o atrito pressiona os folículos e aumenta o risco dos pelos crescerem para dentro.

2. Acne

Apesar de não ser via de regra, a pele do rosto de pessoas negras costuma ser mais oleosa e, consequentemente, mais propícia ao desenvolvimento de acne e cravos. Além disso, as glândulas sebáceas da pele negra costumam ser maiores e mais ativas e, por isso, podem apresentar casos mais graves de acne, se não tratada devidamente. Nesse caso, recomenda-se o uso de sabonetes antioleosidade para controlar a produção de sebo e o acompanhamento de médicos dermatologistas, pois quando não tratada corretamente, a chance de formação de cicatrizes chamadas de queloide e hipertróficas é bastante relevante.

3. Hiperpigmentação

Toda vez que há um machucado ou uma inflamação na pele, existe um estímulo da produção de melanina que já é muito abundante nas pessoas de pele mais escuras. Com isso, há a formação das manchas. Portanto, é preciso ter muito cuidado para evitar traumatismos e alguns procedimentos dermatológicos por conta do risco de hiperpigmentação. Até mesmo a picada de um inseto e acnes, por exemplo, podem gerar manchas que demoram a sair.

4. Melanose da área malar

Além das hiperpigmentações, os raios ultravioletas também podem causar outros problemas de pele, como a melanose na área malar, que se caracteriza pelo surgimento de manchas na região das maçãs do rosto. Por isso, o uso de protetor solar é imprescindível, uma vez que ele evita a formação de novos quadros.

Tegum não só ajuda a proteger a pele de ressecamentos em qualquer época do ano, como também previne o surgimento de manchas e deixa a pele mais firme e hidratada.

CategoriesCuidados da pele

Como cuidar de lábios ressecados

A preocupação com lábios ressecados não é apenas estética, já que o ressecamento causa dor ao falar e mastigar, podendo até causar rachaduras e sangramento no local. Sendo assim considerado um grande incômodo, que é muito
comum e é enfrentado por muitas pessoas.

Essa questão pode estar relacionada a diversos fatores como: ingestão de alimentos muito salgados ou condimentados, alta exposição ao frio ou sol, efeito colateral de medicamentos ou reações alérgicas e deficiência de vitaminas.

Para o tratamento, deve-se identificar o que está causando o ressecamento e consultar um médico que irá avaliar e passar um tratamento mais personalizado de acordo com o seu corpo, mas um modo fácil e básico que pode auxiliar no tratamento é ingerir mais água durante o dia. É recomendado a ingestão por dia de 2 a 3 litros de água. Geralmente muitas pessoas esquecem de se hidratar e a falta desse costume no dia da pessoa pode causar diversos problemas de saúde como pedras nos rins, por exemplo. A dica é instalar aplicativos que possam te lembrar de beber água e estabelecer uma meta de quanto irá consumir de água por dia.

Tegum é indicado como tratamento de rachaduras nos lábios, fortalecendo a pele e mantendo-a hidratada. O uso nas rachaduras também alivia o ardor e regenera a pele agredida. E aí? Vamos usar Tegum para tratar dos seus lábios?

CategoriesCuidados da pele

Cuidados com a pele de pacientes acamados e hospitalizados

Sabemos que a pele é indispensável para o bom funcionamento do corpo humano, mas existem fatores externos e internos que podem afetar a capacidade funcional do órgão como, por exemplo, as feridas cutâneas. Pacientes submetidos a cuidados intensivos ou imobilizados por longos períodos apresentam maior predisposição para desenvolverem lesões por pressão por conta das limitações ambientais e psicobiológicas (restrição de movimentos por longo tempo, uso de drogas sedativas que prejudicam a mobilidade, umidade excessiva da pele, idade avançada, etc).

Estima-se que cerca de 59% dos pacientes nestas condições desenvolvem uma ou mais lesões na pele (escaras). Manchas avermelhadas, escoriações e bolhas são os primeiros sinais de alerta que podem surgir logo no primeiro dia de leito. Medidas preventivas para o cuidado com a pele do paciente são fundamentais, pois podem reduzir em até 50% os riscos de as lesões progredirem e causarem complicações sérias como infecções. Confira a seguir algumas dessas medidas:

• Usar colchões especiais que aliviam a pressão, como viscoelástico, pneumático, e almofadas de proteção quando indicado para auxiliar no alivio da pressão nas regiões mais vulneráveis à compressão;

• Realizar mudança de decúbito do paciente em média de 2 em 2 horas. A frequência deve ser reajustada conforme as características da superfície de apoio e complicações clínicas do paciente;

• Manter uma dieta rica em vitaminas e proteínas;

• Examinar a pele do corpo todo, principalmente nos pontos de pressão;

• Secar bem a pele depois do banho e hidratá-la com cremes sem álcool, sem massagear as áreas já comprometidas;

• Manter o paciente em posição confortável utilizando coxins como apoio nas mudanças de posição;

• Estimular a movimentação, respeitando sempre as possibilidades físicas e motoras do paciente.

Tegum é extremamente eficaz no tratamento preventivo das lesões de pele de pacientes acamados, reduzindo a chance do surgimento da lesão por pressão. Ele conduz a todasas camadas da pele os nutrientes da composição, principalmente o colágeno e proporciona hidratação intensa e aumento da resistência. Pode ser utilizado em lesão por pressão estágio 1 e 2 e nos demais estágios em fase de maturação.

CategoriesCuidados da pele

Como Tegum ajuda na colostomia?

Colostomia é um tipo de ostomia que consiste na ligação do intestino grosso diretamente à parede do abdômen, onde ocorre a saída de fezes para uma bolsa. Geralmente isso ocorre após cirurgias para tratar problemas no intestino, como por exemplo: câncer ou diverticulite.

Após a cirurgia é normal que a região da pele em que foi ligado o intestino fique inchada e avermelhada. Para evitar que a pele em volta da colostomia fique irritada, é recomendado que corte a abertura da bolsa no tamanho certo, fazendo com que não ocorra o contato das fezes com a pele. Caso a pele continue irritada ao longo do tempo deve-se iniciar um tratamento próprio para o caso.

Tegum é aliado no tratamento de irritações de pele de pessoas colostomizadas, já que nele há propriedades regeneradoras, hidratantes, anti-inflamatórias que proporcionam a regeneração da região afetada, sem prejudicar a fixação da bolsa. Lembrando que antes de se começar qualquer tratamento é essencial que consulte um médico, pois ele irá indicar a melhor forma de fazer o tratamento.

CategoriesCuidados da pele

Fatores que afetam a saúde da nossa pele

Independente de qual a idade ou tipo de pele, os cuidados do dia a dia são práticas indispensáveis para manter o vigor, a saúde e a beleza da cútis. Quando saudável, a pele protege nosso corpo contra vírus e bactérias, regula a temperatura e tem um aspecto suave e bem hidratado.

Existem ajustes que podem ser feitos no dia a dia que contribuem muito para a saúde e aparência da pele. Confira a seguir:

1. Reduzir os alimentos processados e açucarados
Alimentos ricos em farinha branca refinada (carboidrato simples) ou açúcar provocam aumento de insulina no sangue e, consequentemente, estimulam a produção de hormônios andróginos. Esses hormônios são responsáveis pelo aumento da produção de glândulas sebáceas que desencadeiam o aparecimento de cravos e espinhas.

2. Corrigir desequilíbrio intestinal
Segundo especialistas, há um eixo direto entre pele e intestino, que faz com que a acne apareça. Portanto, uma alimentação balanceada resulta em um intestino regular, e a consequência é uma pele mais bonita e saudável.

3. Otimizar o estado dos nutrientes
Vários estudos têm demonstrado a importância de determinados micronutrientes (minerais e as vitaminas) na manutenção da integridade e capacidade de reparação da pele.

As vitaminas A, E, C, D, os carotenoides, os oligoelementos (selênio, zinco, cobre, magnésio), os ácidos graxos ômega 6 e 3, e os polifenóis são exemplos de micronutrientes que contribuem de forma positiva na proteção contra a radiação ultravioleta, cicatrização, síntese de melanina, regulação do crescimento e diferenciação celulares, resposta anti-inflamatória, e no antienvelhecimento.

4. Fazer exercícios regularmente
Enquanto o sedentarismo é um dos fatores de aceleração do envelhecimento precoce, a prática regular de exercícios físicos traz inúmeros benefícios para o organismo, inclusive para a pele. A realização de atividades físicas não só melhora a circulação sanguínea na pele, como também combate a flacidez da cútis.

5. Ter uma boa noite de sono
Não dormir o suficiente também afeta a saúde da cútis, pois pode prejudicar mais facilmente a produção de colágeno, proteína responsável por melhorar a estrutura, a firmeza e a elasticidade da pele. Além disso, enquanto dormimos, os níveis de cortisol, hormônio encarregado pelo estresse, reduzem para que a pele se renove. Altos níveis
desse hormônio no seu corpo podem ocasionar problemas como acne e envelhecimento precoce.

6. Beber bastante água
O papel da ingestão de água é o de limpar o organismo, fazendo uma espécie de faxina interna. Seu consumo adequado colabora com a circulação sanguínea, com a absorção das vitaminas C e B e ajuda no funcionamento do intestino e dos rins. Além disso, aumenta o fluxo de oxigênio, elimina toxinas e, consequentemente, aumenta a imunidade.

CategoriesCuidados da pele

Como prevenir manchas e cicatrizes causadas pela acne

Apesar de a acne ser um problema que acomete mais de 90% dos adolescentes, os adultos não estão livres dela. A acne pode causar ferimentos graves e cicatrizes profundas, tanto na pele quanto na autoestima das pessoas que têm esse problema.

Caso seja provocada uma lesão na pele, uma cicatriz será formada. O ato de espremer espinhas e cravos sem a ajuda de um profissional, ou de forma incorreta, é o maior responsável pela formação de lesões na pele.

Pessoas que possuem graus muito altos de acne, também são propensas a sofrerem com as lesões, mesmo se não apertarem as espinhas. Por isso, é indicado sempre buscar um profissional para pode tratar o problema de maneira correta e que evite maiores complicações futuras.

A melhor maneira de prevenir as cicatrizes, é prevenindo a própria acne. Para isso, é fundamental manter uma rotina de cuidados com a pele. Entretanto, separamos algumas dicas que podem ajudar na prevenção das espinhas e, consequentemente, do aparecimento das temidas cicatrizes. Confira!

1. Remover toda a maquiagem
É de extrema importância remover a maquiagem, pois isso vai evitar que os poros fiquem cheios de sujeira e, provavelmente, refrear o aparecimento das acnes.

2. Lavar o rosto
Para manter a pele saudável e limpa, também é preciso fazer a lavagem correta do rosto. Para isso, o uso de um tipo de sabonete próprio para sua pele vai evitar a oleosidade e o surgimento de espinhas indesejadas.

3. Usar produtos antiacne
O uso de produtos antiacne podem ser de grande ajuda no controle de acnes, mas deve ser acompanhado por um dermatologista! Dessa forma, o profissional vai recomendar um produto específico para o seu tipo de pele que vai ajudar a evitar a formação de novas espinhas e cravos e as lesões que causam cicatriz.

4. Usar tônico facial
O uso do tônico adstringente é fundamental para limpar a pele por completo, uma vez que ele limpará profundamente os poros e evitará a produção excessiva de sebo.

5. Usar filtro solar antioleosidade
O uso do filtro solar deve ser diário, não só para ajudar na prevenção de espinhas quanto para cuidar da saúde da pele de forma geral. Busque por protetores antioleosidade ou antiacne, pois esses vão controlar a produção de sebo da pele e vão deixá-la sequinha e macia.

CategoriesCuidados da pele

Saiba como prevenir e tratar queimaduras de sol

Praia, mar, sol. Essa é a combinação perfeita para essa época do ano, não é mesmo? É no verão que muita gente aproveita para pegar um solzinho e colocar o bronzeado em dia. Porém, algumas pessoas exageram na exposição solar, esquecem da proteção e ficam com a pele descascando por conta da queimadura.

Quando isso acontece, se faz necessário reforçar a nutrição e hidratação da pele. Além disso, é de suma importância beber bastante água e, se necessário, com prescrição médica aplicar cremes com corticoide e tomar anti-inflamatórios orais para tratar o quadro.

Você pode prevenir a descamação hidratando a pele com frequência, utilizando sempre filtro solar, roupas com proteção UV e acessórios como chapéu e óculos. Confira algumas dicas para quando a pele está descascando:

1. Beba água
Como dito anteriormente, é muito importante a reposição de água no corpo para manter a pele hidratada anto de fora para dentro quanto de dentro para fora.

2. Aposte em prebióticos
Hidratantes com fórmula inteligente e nutrição prebiótica auxiliam na proteção e no estímulo da defesa da pele, auxiliando na auto-hidratação, firmeza e elasticidade.

3. Não puxe a pele solta
O ato de puxar a pele solta leva à exposição das camadas inferiores que ainda não estão prontas para serem expostas. A pele solta sozinha quando esta cicatrizada.

4. Evite o sol
Evite a exposição solar nesse período para não agravar a agressão e, caso seja inevitável, não se esqueça de recorrer aos protetores solares e também aos físicos, como roupa com proteção UV e chapéu ou boné.

CategoriesCuidados da pele

Frutas que auxiliam no bem-estar da pele.

Quando falamos de frutas, a primeira coisa que vem a nossa mente são os vários benefícios que elas nos proporcionam, voltado a grande quantidade de vitaminas presentes, como por exemplo a Vitamina A, que mantém saudáveis os nossos ossos, dentes e a visão e a Vitamina C, que ajuda a aumentar as defesas e favorecer a cicatrização da pele.

A Vitamina A é um elemento indispensável para garantir a saúde dos nossos olhos renovar, adequadamente, as células que compõem os tecidos do corpo. Como o corpo humano não pode fabricar esta vitamina, é importante fazer uma refeição balanceada em alimentos ricos em vitamina A. A provitamina A é encontrada em frutas amarelo alaranjadas como manga, caju, goiaba, mamão e caqui, além de óleos e frutas oleaginosas como buriti, pupunha, dendê e pequi.

A Vitamina C é uma das principais responsáveis na produção de colágeno, dando sustentação à cútis. As frutas que são ricas nessa proteína são a laranja, limão, tangerina, acerola, abacaxi, maracujá, kiwi e mamão. O mamão promove regeneração celular e hidratação. Ademais, são úteis para disfarçar manchas pequenas, gerando um aspecto
mais límpido e jovem à pele.

Dessa forma, podemos perceber que além de deliciosas, fazem um bem enorme a nosso corpo e, principalmente, como abordamos aqui, para a nossa pele. Seu consumo, além de cooperar para a saúde da pele, melhora sua estética.

CategoriesCuidados da pele

Cuidados com a pele no verão

A época mais quente do ano chegou e os cuidados com a pele devem ser redobrados. No verão, a alta temperatura pode provocar queimadura, envelhecimento precoce da pele e, até mesmo, aumentar o risco de câncer. Por isso, adotar cuidados extras no verão é essencial para evitar problemas de saúde. Conheça alguns deles.

1. Manter a pele limpa, hidratada e seca
Nessa época do ano, é ainda mais importante manter a pele limpa e hidratada e tomar pelo menos 2 banhos por dia para que o suor seja eliminado. O sabonete antisséptico pode ser útil para eliminar as bactérias e outros microrganismos das axilas, região íntima e pés. É importante também o uso de hidratantes pós banho em regiões que tendem a ficar mais secas como pés, joelhos, mãos e cotovelo.

2. Utilizar protetor solar regularmente
O uso de filtro solar evita o envelhecimento prematuro da pele e seu ressecamento, além de conter o desenvolvimento de doenças. É fundamental passar o protetor em toda a extensão da pele exposta ao sol. É indicado o uso de protetor solar fator 30 ou superior. Aplique o protetor 30 minutos antes da exposição ao sol para que a pele absorva e repita a aplicação a cada duas horas.

3. Evite exposição nos horários de pico
O pico da radiação ultravioleta se estende das 10 h às 16 h. Nesse período, o ideal é manter-se na sombra para evitar a exposição e não dispensar todos os cuidados com a pele.

4. Use roupas e acessórios que protejam a pele
Além do filtro solar, o uso de roupas e acessórios apropriados também ajudam na proteção contra os raios ultravioletas, principalmente os que cobrem as regiões mais expostas pelo sol. Chapéus, bonés, óculos e roupas de algodão são alguns dos itens indispensáveis na hora da proteção.

5. Beber bastante líquidos
Para evitar a desidratação do corpo e da pele é importante beber pelo menos 2 a 3 litros de água por dia ou outros líquidos, como suco de fruta natural ou chás gelados, pois assim além de evitar a desidratação, refresca o corpo.

CategoriesCuidados da pele

Massageadores faciais realmente cumprem o que prometem?

A um tempo ficou famosa a prática caseira de massagear o rosto na rotina de skincare com rolos da pedra de jade. Nesse momento muitas blogueiras comentavam que esse hábito era capaz de estimular a produção de colágeno e
reduzir com o tempo linhas de expressão, além de reduzir o inchaço, mas será que é verdade?

O hábito de massagear a pele com a técnica correta todos os dias é sim muito benéfico para nossa saúde, porém não há comprovações de que a pedra de jade realmente ajude nesse processo de massagem, podendo desse modo, ser feita até com as próprias mãos. Sendo assim a pedra pode estar relacionada apenas ao lado da cultura oriental em que há a crença dos chacras e alinhamento de energias, podem ser uma forma de terapia diferenciada, aos que
acreditam na prática.

A massagem diária ajuda na boa circulação do sangue pelo nosso rosto, sendo muito benéfica, mas não há estudos também que esse hábito reduza linhas de expressão ou ajude na produção de colágeno.

Também vale a pena lembrar que se precisa de muito foco e disciplina para esse hábito, deve-se estudar a forma correta de se fazer a massagem o que acaba sendo trabalhosa e deixada de lado por muitos porque para que haja melhores resultados deve ser feita todos os dias.

De todo o modo, recomendamos que consulte um dermatologista para te orientar nesse processo de forma correta e segura.