CategoriesPREVENÇÃO E TRATAMENTO DE LESÕES

O que são skin tears?

Os “skin tears”, também conhecidos como lesões por fricção, são feridas que acometem extremos de idades, ou seja, crianças e idosos. Alguns estudos afirmam a predominância de feridas em pacientes internados ou em cuidados domiciliar. Entre os pacientes hospitalizados, os idosos, acamados ou ativos, são o grupo de maior risco de desenvolvimento de lesão por fricção.

Isso ocorre devido à fragilidade cutânea, podendo formar apenas hematomas, perda parcial ou perda total da pele. A lesão por fricção (LF) é uma ferida que se limita à derme e tem como principal característica a presença de um “retalho” de pele em algum momento do seu progresso. Esse retalho pode ser definido como “retalho epidérmico”, quando acontece uma separação da epiderme da derme e “retalho dermoepidérmico”, quando a ferida separa da derme e a epiderme das estruturas subjacentes.

Essas lesões podem ocorrer por conta de atritos ou a traumas sem corte e em áreas que ficam mais tempo sem proteção de roupas por exemplo. Sendo os principais os membros superiores (antebraço e cotovelo) e inferiores (canela e lateral das pernas) de pessoas idosas.

Em crianças, os adesivos médicos estão entre as principais causas. Embora não exista instrumento de identificação de risco específico para lesão por fricção, a identificação dos riscos e os cuidados com a pele constituem um importante mecanismo de intervenção para evitar lesão por fricção.

Para iniciar a avaliação das lesões por fricção, é necessário conhecer a idade do paciente, estado nutricional, determinar a história clínica, comorbidades, estado geral de saúde e potenciais de cura da lesão, além de avaliar a lesão em si.

O nosso maior aliado nesse tipo de lesão é a prevenção. E pode ser feita principalmente, com hidratação e movimentação com cuidado e sem força demais. Por isso, o uso diário do Tegum é essencial.

CategoriesLesão por pressão PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE LESÕES

A importância da hidratação e dos cuidados para prevenir a lesão por pressão

Pessoas acamadas são as que possuem maior risco de desenvolverem uma lesão por pressão (LP), também conhecida de úlcera por pressão ou “escara”. A LP é uma lesão na pele causada pela diminuição ou interrupção de irrigação sanguínea devido a pressão numa área aumentada por longos períodos.

A umidade e a fricção são pontos que podem favorecer o agravamento dessas lesões. Esse quadro, além de atingir principalmente pacientes acamados, também acomete pessoas confinadas à cadeira, com pouca mobilidade, desnutrição e idosos.

É importante se atentar a alguns cuidados que podem ser realizados, desde o primeiro momento em que o paciente apresentar risco do desenvolvimento da LP, como por exemplo:

  • Utilizar travesseiros macios embaixo dos tornozelos, apoiando as costas, entre os joelhos para diminuir a pressão na área (os famosos “coxins”);
  • Utilizar colchão piramidal, conhecido como caixa de ovo, ou colchão pneumático sobre a cama;
  • Em casos de utilização de fraldas, mantê-las limpas e secas e, de preferência, frouxas para reduzir umidade e risco de uma LP associada a dermatite;
  • Não esfregar as áreas avermelhadas com esponjas no momento do banho e nem com toalhas grossas ao se secar;
  • Em caso de paciente acamado, manter a cama sempre esticada e seca, já que as dobras de lençol favorecem a formação de uma LP;
  • Mudança de posição a cada 2 horas é essencial e nossa principal arma contra a LP.

E, por fim, porém muito importante, é manter a pele hidratada com um bom creme dermatologicamente testado com poder de hidratação aliado a regeneração celular, e nisso o TEGUM® pode te ajudar, pois ele fornece os nutrientes essenciais para manter a pele saudável e protegê-la contra o ressecamento. O uso preventivo do TEGUM® mantém o tecido fortalecido, resistente e hidratado, reduzindo a chance de lesões.