CategoriesONCOLOGIA Sem categoria

Formas de tratar o câncer de pele e precauções durante o tratamento

O câncer de pele é o crescimento exacerbado e descontrolado de células tumorais que surgem após a não capacidade do organismo de interromper uma mutação genética. Dessa forma, nódulos e manchas podem ser desenvolvidos até serem diagnosticados como câncer.

Entre os pacientes diagnosticados, os tipos de câncer mais comuns são o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma, sendo o último a forma mais agressiva da doença. Atualmente, com a evolução da tecnologia, existem diversos procedimentos para o tratamento do câncer como cirurgia por excisão, cirurgia micrográfica de Mohs, criocirurgia, cirurgia via laser, eletrodissecação e curetagem, quimioterapia e radioterapia.

Após a realização de exames em pacientes diagnosticados, o médico dará um prognóstico sobre o estágio de crescimento do câncer, e, dessa forma, determinará o melhor tratamento da doença e se será necessária a associação de mais tratamentos.

É fundamental, nesse período, conversar com o médico responsável pelo caso e dar atenção redobrada à saúde do paciente, observando sempre, com cautela, a reação do organismo perante o tratamento. Cuidados com a pele, nessa fase, é de suma importância, tanto para evitar o aparecimento de vermelhidão, hematoma, descamação da pele e outras reações comuns aos tratamentos, como a cirurgia e a radioterapia.

Para tal, o uso de medicamentos ou cremes que protejam a pele podem ser de grande ajuda nesse processo. O Tegum®️ é um aliado tanto na prevenção quanto no tratamento das reações dos tratamentos oncológicos, ele é uma emulsão de óleo de andiroba dermatologicamente testado que traz benefícios comprovados. Através da nutrição celular, ele estimula o processo de regeneração da pele e a mantém saudável e hidratada durante todo o tratamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *